Novembro 2019
L M M X V S D
« Out    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

En Caamouco.Net

Daiquiri

1197118645589569366ryanlerch_molotov_cocktailsvghi

A arma mais tarde conhecida por cocktail Molotov parece ter surgido durante a Guerra Civil Espanhola de 1936-39 quando foi usada pela primeira vez contra os tanques Nacionalistas pelas forças Republicanas. A partir daqui, esta arma passou a ser usada por praticamente todas as nações por ser uma arma fácil de produzir e usar, por forças tanto regulares como irregulares.

Durante a Guerra de Inverno (1939-40), o mal equipado e bastante reduzido Exército Finlandês enfrentou o poderoso Exército Vermelho após a recusa dos finlandeses em entregar algumas terras à União Soviética. Então, usaram o engenho incendiário improvisado contra os tanques soviéticos.

É durante este conflito que o nome deste engenho surge. Foi derivado ao político soviético Vyacheslav Mikhailovich Molotov devido à sua transmissão rádio onde disse que a União Soviética não estava a lançar bombas mas sim a entregar comida aos finlandeses esfomeados. Como resposta, os finlandeses chamaram às bombas incendiárias cesta de piquenique de Molotov, mais tarde baptizadas de Cocktail Molotov. No início o termo era usado para descrever apenas a própria mistura inflamável, mas com o tempo o termo começou a ser aplicado à combinação de tanto a garrafa como o seu conteúdo.

O cocktail Molotov foi usado na Guerra de Inverno, depois na Guerra da Continuação (finlandeses contra soviéticos) e usada por ambos os lados na Segunda Guerra Mundial, principalmente devido à sua qualidade de degradar a moral do inimigo. Por exemplo, durante a Revolta do Gueto de Varsóvia em 1943 o cocktail Molotov foi usado contra as tropas nazis:
As garrafas bem apontadas atingem o tanque. As chamas espalham-se rapidamente. O barulho da explosão ouve-se. A máquina permanece amovível. A tripulação é queimada viva. Os outros dois tanques dão a volta e retiram-se. Os alemães que cobriam a retaguarda retiram-se em pânico. Nós vemo-nos livres deles com alguns tiros e granadas bem apontadas.

A arma básica é simplesmente uma garrafa de vidro contendo petróleo (ou uma outra substância inflamável) com um trapo embebido em óleo ou algo similar à volta do gargalo. Este trapo é incendiado imediatamente antes da arma ser lançada sobre o alvo, quebrando a garrafa ao atingir o alvo o que permite que o seu conteúdo seja incendiado.

Comentarios pechados.